Dicas de fotografia para pais

A fotógrafa Erika Verginelli, especializada em ensaios de família e infantis, revela aos leitores de n.magazine as cinco principais dicas para voltar das férias com um álbum sensacional! Confira:

1. NÃO TENHA MEDO DE ARRISCAR

É claro que a gente sempre quer tirar fotos do lindo rostinho dos nossos filhos. Mas experimente  enquadramentos “cortando a cabeça” ou parte do corpo. Isso direciona a atenção para os detalhes, como uma bochecha gordinha (no caso de você fotografar do nariz para baixo) ou um brinquedo que eles estejam segurando. Você vai se surpreender como fotos assim, sem o rosto, podem “dizer” muita coisa.

 

2. PROCURE FOTOS ESPONTÂNEAS

Não se preocupe que seu filho esteja sempre olhando diretamente para a câmera e sorrindo. Uma imagem dele com a cabeça para o lado e sério, por exemplo, muitas vezes vale mais do que um sorriso amarelo. Tente fotografá-lo sem ele saber. Você vai conseguir fotos espontâneas de momentos dele sozinho, brincando com os irmãos ou até mesmo dormindo na sua cama. Até aquela carinha de choro de manhã pode render uma foto que será legal ter daqui a 20 anos para lembrar desse momento e dar risada.

 

3. PROCURE LUGARES DIFERENTES E COLORIDOS

Muitas vezes, uma simples volta no quarteirão rende fotos diferentes das feitas nos lugares que costumamos ir sempre com os nossos filhos. É uma boa para todos os álbuns não ficarem apenas nos mesmos cenários de sempre: casa dos avós, casa de praia e até nossa própria casa! Dica de ouro: paredes coloridas costumam dar um efeito lindo nas fotos.

 

4. FOTOGRAFE COM LUZ NATURAL

Meu conselho principal para obter fotos melhores é desligar o flash automático da câmera. Isso evita os famosos olhos vermelhos – principalmente nas câmeras compactas – e traz uma naturalidade maior para a foto. Está muito escuro dentro de casa? Procure sair com seu filho para um lugar aberto ou então abra todas as janelas e cortinas e deixe a luz entrar o máximo possível.

 

5, FIQUE NO MESMO NÍVEL DO OLHAR DO SEU FILHO

Algo que acaba acontecendo quando os pais fotografam os filhos é posicionarem-se no nível do olhar do adulto, ou seja, de cima. Experimente sentar  no chão e ficar no mesmo “andar” que a criança ou até abaixo. Afaste-se um pouco, deite no chão se for preciso e tire uma foto de baixo para cima. Experimente se mexer para procurar ângulos diferentes e inusitados.

 Reportagem originalmente publicada na revista n.magazine.


COMPARTILHE!




LEIA TAMBÉM: